Skip to content

Pai safado violenta filha de 10 anos

25/03/2010

Ronaldo Ferreira da Silva, o estuprador

Esse foi o quarto caso de abuso sexual envolvendo menores em apenas 6 dias. Entre as vítimas está uma menina de apenas 3 anos. Três estupradores foram presos e um dos casos está sob investigação

Adriana Carvalho

Mais um caso bárbaro veio à tona nesta terça-feira (23) em Atibaia. O pai, de 26, anos abusou sexualmente da própria filha, uma menina de 10 anos. O crime, que aconteceu em um sítio no bairro Rosário, ficou impune por cerca de sete meses até que o Conselho Tutelar recebeu a denúncia. A criança disse que foi ameaçada de morte e por isso não contou o que aconteceu. Levada ao IML de Bragança Paulista, a perícia constatou o rompimento do hímen, cuja lesão é antiga, o que coincide com o depoimento da criança. O pai foi localizado por um policial civil, quando cortava lenha no bairro do Portão. Levado à Delegacia, ele confessou o crime: “baixou o capeta em mim e eu fiz o serviço”, disse. Na noite de hoje, a polícia aguardava decisão judicial sobre a prisão temporária do estuprador, identificado como Ronaldo Ferreira da Silva.

De acordo com a polícia, a história da criança violentada envolve desde falta de estrutura familiar como também uma certa falta de discernimento sobre o certo e o errado. Violentada há cerca de sete meses, a menina só revelou o caso à mãe há uma semana. Ao saber do crime, a mãe levou a criança ao posto de saúde do bairro, onde um ginecologista a aconselhou a procurar o Conselho Tutelar.

Mas, foi o Conselho Tutelar quem procurou a família para saber do assunto. Na ocorrência registrada na Delegacia de Polícia, a conselheira Patrícia Conceição Pires de Camargo contou que, ao entrevistar a menina, ela contou os detalhes do crime. Disse que havia sido ameaçada de morte pelo pai e que ameaça se estendia à sua mãe. Por isso o silêncio.

A partir das declarações da vítima e da conselheira à polícia, o investigador Ademir Antonio de Oliveira saiu em busca do suspeito. Ronaldo foi localizado quando cortava lenha no bairro do Portão. Levado à Delegacia, a princípio, ele negou o crime. Entretanto, simultaneamente à prisão, a criança foi levada ao IML de Bragança Paulista que constatou conjunção carnal. Ou seja, a criança havia sido estuprada.

Ao ser interrogado, o pai confessou o crime. “Eu tinha bebido um pouco e mandei que ela tirasse a roupa”, contou. “Comecei a passar a mão no corpo dela, inclusive no órgão genital e penetrei”, confessou o pai.

O crime de estupro de vulnerável, no caso de criança e adolescente até 14 anos prevê pena de até 15 anos de cadeia. Lugar onde Ronaldo deve aguardar a decisão da Justiça. A menina deve receber acompanhamento psicológico e também do Conselho tutelar de Atibaia.

Incidência

Uma triste constatação: Atibaia registrou quatro casos de abusos contra crianças em apenas 6 dias. A primeira vítima foi um garoto de 14 anos, cujo autor do crime é o próprio tio. Vagner da Silva, de 38 anos, aproveitou-se do parentesco para atrair o menino para dentro de seu box, onde estava abrigado por conta dos alagamentos registrados na cidade. O crime aconteceu na quinta-feira (18), na quadra da escola Walter Engrácia de Oliveira (veja matéria).

Dois dias depois, no sábado (20), o Conselho Tutelar foi acionado a comparecer na Santa Casa de Atibaia. Lá, os conselheiros constataram que uma menina de apenas 3 anos foi vítima de abuso sexual, de abandono e da irresponsabilidade. A criança estava suja, mal cuidada, com fome e até com queda de cabelos. A mãe, uma garota de programa, mora em clubes de prostituição e deixou a menina sob os cuidados de um homem de 21 anos. Ao vir visitá-la no sábado, percebeu manchas roxas no corpo e no pescoço da menina, além de um constante desconforto no órgão genital. Foi a própria mãe que levou a criança à Santa Casa. Lá, os médicos notaram que havia marcas provocadas pela boca de um adulto no corpo da criança, inclusive nas partes íntimas e então acionaram o Conselho Tutelar.

A criança foi abrigada em uma instituição e a polícia segue com as investigações para comprovar quem a violentou. Apesar de os médicos não constatarem penetração, a lei prevê que qualquer ato libidinoso é considerado como estupro. Resta agora identificar ou comprovar quem é o autor do crime. A suspeita recai, por óbivo, sobre o homem que dizia cuidar da criança.

O terceiro caso da série de abusos sexuais não chegou a se concretizar. José Roberto Fernandes da Silva foi autuado em flagrante por tentativa de estupro quando arrastava uma menina de 10 anos para o matagal. O caso aconteceu também no sabado (20), no período da tarde.

Segundo a polícia, a menina estava na rua onde mora, no Imperial, em companhia de um irmão pouco mais velho e de José Roberto, que morava nas imediações. “Um caminhão de gás entregou a mercadoria em uma casa vizinha ao local onde eles estavam e o cliente ganhou um pote plástico e imãs de geladeira”, explicou o delegado Hermes Jun Nakashima. “A criança se interessou pelos imãs e então o autor disse que daria a ela de presente desde que a criança praticasse sexo com ele”, continuou. “Na seqüência, ele arrastou a menina, mas a ação chamou a atenção de pessoas que estavam ns imediações”, concluiu o policial.

José Roberto foi espancado por populares até a chegada da Polícia Militar. Ele foi então levado ao plantão policial onde foi autuado em flagrante e conduzido à cadeia de Piracaia.
Fonte: Atibaia News (www.atibaianews.com.br)

About these ads

From → Sangue

5 Comentários
  1. Matheus permalink

    eu acredito q pessoas como esse homem devem morrer

    • Shrek permalink

      Ninguem pediu sua opnião, seu merda!

      • uma pessoa dessa nem merecia é nascer..

        mais já que nasceu tem que levar uma bela surra e muita porrada
        com tanta mulher na rua,esse cachorro vai fazer isso?
        hahaha

  2. Shrek permalink

    Hey Camila, ninguém pediu sua opnião, sua merda!

  3. Togu permalink

    VTNC Shereka fica xingando os unicos comentaristas que temos hahahahahah

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: